Um guarda prisional, do Estabelecimento de Paços de Ferreira, foi agredido, na manhã deste domingo, dia 22 de dezembro, por um recluso, tendo ficado com um ferimento na testa e com a cana do nariz partida.

A informação é avançada pelo Jornal de Notícias (JN), que refere que a agressão aconteceu quando o recluso começou a bater com a marmita “violentamente na cela”. Quando o guarda abriu a porta, terá sido agredido com uma cabeçada no nariz.

O recluso, de 32 anos, está em Paços de Ferreira desde 2016, encontrando-se a cumprir uma pena de 16 anos de prisão, por roubo. Segundo o mesmo meio de comunicação, em dezembro do ano passado, terá sido fechado numa cela disciplinar por desobediência e por fazer “frente a um guarda”.

Este incidente levará a que seja instaurado um processo disciplinar ao detido, que já dispunha de duas horas fora da cela.