Este ano, a Rota da Lampreia arranca a 18 de fevereiro e prolonga-se até 20 de março, em Penafiel. Esta quarta-feira, dia 9 de fevereiro, foi apresentado o evento, no restaurante da Penafiel Activa, com uma degustação de lampreia, confecionada com um toque de inovação pelo chef Óscar Geadas, padrinho desta edição.

A textura bem definida dos elementos que compõem o prato são a característica da lampreia apresentada pelo chef: “Há aqui um complemento porque, nos pratos, gostamos da acidez, da textura, do doce e, portanto, o que está pensado aqui é isso tudo. Temos a textura na lampreia, temos a acidez do molho à bordalesa e, depois, vamos buscar a sedosidade e a doçura ao creme de castanhas”. A lampreia é assada no forno, “com uma capa de sal, e, por dentro, é cozida e conserva os sucos todos, não ficando seca, a textura dela fica a desfazer-se e a pele dá-lhe a textura desejada no prato”.

“Há uma dose de criatividade, há uma dose de pensar no prato. Houve pessoas que, durante anos, pensaram, confecionaram este prato. Não podemos esquecer a tradição. Podemos é associar a tradição à inovação e é o que eu fiz aqui”, completou Óscar Geadas, que revelou confecionar, “com alguma frequência”, snacks com esta iguaria.

Óscar Geadas admitiu que “ficaria muito lisonjeado” se algum restaurante replicasse este prato, pois “era sinal que os clientes que foram ao restaurante gostaram e poderia ser um prato que perfeitamente entraria na carta de um restaurante na altura da lampreia”.

O presidente da autarquia, Antonino de Sousa, lembrou que “é importante também inovar, mas isso não significa esquecer as tradições ou abandonar aquela que é a forma mais tradicional de confecionar a lampreia aqui à moda de Penafiel, que é com arroz ou à bordalesa, mas esta experiência, este exercício é importante também para que a lampreia de Penafiel continue a ser um produto de referência, ganhando outra visibilidade e outra dimensão”.

As expectativas para esta edição da rota “são altas”, depois de dois anos em que “não foi possível usufruir deste prato que é típico e tão característico do território”. “Admito que, este ano, os amantes da lampreia vão querer matar saudades e vão, com certeza, querer vir novamente a Penafiel para degustar a lampreia com os dez restaurantes que estão aqui a fazer parte da rota”, disse.

Saiba quais são os restaurantes aderentes neste artigo.