A Campanha de Recolha de Alimentos do Banco Alimentar (BA) Contra a Fome do Porto regressa para a 54.ª edição, nos dias 26 e 27 de novembro.

Durante o fim de semana vão ser recolhidos produtos alimentares em mais de 300 super e hipermercados do distrito do Porto. Desta forma, o Banco Alimentar apela “à solidariedade da comunidade” através da doação de bens alimentares não perecíveis, ou seja, leite, conservas, azeite, óleo, arroz, açúcar, farinha ou massas.

Posteriormente, a organização irá distribuir os produtos “pelas mais de 300 instituições que a organização apoia, que, por sua vez, prestam ajuda a mais de 58 mil pessoas”, adianta o Banco Alimentar em nota de imprensa.

Bárbara Barros, presidente do Banco Alimentar Contra a Fome do Porto, refere que “o contexto atual é mais preocupante do que aquele que se viveu durante a pandemia e todos os dias nos chegam cada vez mais pedidos de ajuda, mas o fenómeno da inflação nos bens alimentares, que é superior à inflação geral, leva a que as quantidades doadas sejam inferiores”.

Desta forma, a presidente acrescenta que: “contamos, por isso, e tal como até aqui, com a ajuda e espírito solidário da comunidade para continuar a apoiar a população mais carenciada, para que as pessoas e as famílias possam continuar a sorrir. Temos todos de ser solidários uns com os outros e há sempre alguém que precisa de ajuda”.

Pode se juntar a esta causa através do seguinte link.

No passado mês de maio, o Banco Alimentar do Porto realizou a última Campanha de Recolha de Alimentos, em que angariou 300 toneladas de alimentos e contou com o apoio de três mil voluntários.

Foto: Bárbara Barros, presidente do Banco Alimentar Contra a Fome do Porto