Está aberto o período de discussão pública da proposta de classificação de Paisagem Protegida Regional da Serra da Aboboreira até ao dia 8 de junho.

Os interessados podem apresentar observações e sugestões sobre quaisquer questões que possam ser consideradas no âmbito do respetivo processo de classificação, explica um comunicado da autarquia de Baião.

A proposta de classificação está disponível para consulta na Associação de Municípios do Baixo Tâmega (Rua Dr. Miguel Pinto Martins, 35, 4600 -090 Amarante), nas Câmaras Municipais de Baião (Praça Heróis do Ultramar, 4640 -158 Baião), de Amarante (Alameda Teixeira de Pascoaes, 4600 -011 Amarante) e Marco de Canaveses (Largo Sacadura Cabral, 4630 -219 Marco de Canaveses), nos dias úteis e nas horas normais de expediente, e nos sítios eletrónicos oficiais da Associação de Municípios do Baixo Tâmega, dos municípios de Amarante, Baião e Marco de Canaveses e do portal Participa.

Esta proposta foi apresentada pela Associação de Municípios do Baixo Tâmega. De acordo com o Regime Jurídico da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, devem ser “classificadas como áreas protegidas as áreas terrestres e aquáticas interiores em que a biodiversidade ou outras ocorrências naturais apresentem, pela sua raridade, valor científico, ecológico, social ou cénico, uma relevância especial que exija medidas específicas de conservação”.

A Serra da Aboboreira, partilhada por Baião, Amarante e Marco de Canaveses, apresenta, no entender destes três municípios, “condições excecionais que justificam a criação de uma Paisagem Protegida Regional”.