Os seis voluntários que partiram em direção à fronteira da Ucrânia com a Polónia já chegaram ao destino e entregaram os bens, recolhidos previamente, à Cruz Vermelha, encontrando-se a regressar a Portugal com 21 refugiados, dos quais três irão ficar no concelho de Paredes. 

O Município de Paredes, em conjunto com alguns parceiros locais, iniciou, no passado sábado, uma ação humanitária para o transporte de 21 refugiados ucranianos, designadamente mulheres, crianças e jovens, para Portugal.

O município já havia criado uma Linha Direta (255 788 931) para o apoio a refugiados da Ucrânia no que diz respeito à oferta de alojamento temporário, à doação de bens alimentares e a ofertas de emprego.