O Concurso de Vinhos do Crédito Agrícola chegou a 9.ª edição e contou com 218 vinhos. A Região do Douro conquistou 12 medalhas.

O evento foi levado a cabo pelo Crédito Agrícola, em parceria com a Associação dos Escanções de Portugal, e os vencedores foram premiados durante uma cerimónia que se realizou na Estufa-Fria, em Lisboa, no dia 13 de janeiro.

Os vinhos foram distinguidos em três categorias: brancos; tintos e espumantes. Desta forma, dos dozes vinhos da Região do Douro, dois venceram na categoria vinhos brancos, oito foram premiados nos vinhos tintos e dois receberam Grandes Medalhas de Ouro, uma na categoria de tinto e outro na dos vinhos espumantes.

Os vinhos foram colocados à prova por 94 produtores nacionais das várias regiões vitivinícolas do país, Clientes e Associados do Crédito Agrícola. O júri, constituído por enólogos, enófilos e jornalistas especializados, distinguiu, durante as provas cegas, 67 vinhos com a Tambuladeira dos Escanções de Portugal, três com Grande Medalha de Ouro e 64 medalhas de ouro.

O Concurso de Vinhos do Crédito Agrícola pretende “promover e colocar à prova a qualidade dos vinhos nacionais, procurando gerar novas oportunidades de negócio e dinamização das comunidades onde desenvolve o seu trabalho em contacto direto com as pessoas”, segundo nota de imprensa.

Ao mesmo tempo que tem como objetivo “apoiar o setor vitivinícola e o desenvolvimento das economias locais”.

À semelhança das medalhas entregues à Região do Douro, foram ainda distinguidos vinhos oriundos das regiões vitivinícolas de Vinhos Verdes (3 medalhas), Beira Interior (1 medalha), Dão (12 medalhas), Bairrada (1 medalha), Tejo (9 medalhas), Lisboa (4 medalhas), Península de Setúbal (6 medalhas), Alentejo (17 medalhas), Algarve (1 medalha) e Açores (1 medalha).  

O evento contou com a presença de Bernardo Gouvêa, presidente do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), entidade que certifica o concurso desde a primeira edição, João Mateus, presidente do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP) e Licínio Pina, presidente do Grupo Crédito Agrícola, tendo sido conduzida por Sílvia Alberto e reuniu produtores, representantes de cooperativas, de Comissões Vitivinícolas Regionais e da Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, bem como enólogos, escanções e responsáveis do Crédito Agrícola de todo o país.