De 17 a 20 de janeiro, a Tuna da Universidade Sénior de Amarante vai cantar as Janeiras a casa dos idosos isolados do concelho.

A iniciativa está inserida no Programa Apoio 65 – Idoso em Segurança da Guarda Nacional Republicana, que visa apoiar a população mais desfavorecida e vulnerável, como é o caso dos idosos que vivem afastados ou isolados dos centros populacionais mais ativos. Em Amarante, a GNR sinalizou 102 idosos nesta situação, informa um comunicado da autarquia.

“Com esta atividade conjunta, visitamos as pessoas idosas em condições de isolamento e vulnerabilidade social, recordamos as tradições e proporcionamos um momento de partilha e animação”, refere Jorge Ricardo, vereador com o pelouro da Saúde e do Desenvolvimento e Coesão Social.

Além disso, numa parceria entre o município e a GNR, vai ser oferecido um presente simbólico a cada idoso sinalizado, no dia do seu aniversário. “São pequenos gestos, mas acreditamos que fazem a diferença na vida e no dia a dia destas pessoas”, acrescenta.

A Universidade Sénior de Amarante é também “uma resposta social que tem como missão combater o isolamento e a solidão, proporcionando um envelhecimento ativo com uma variada oferta de experiências sociais, culturais e educacionais”.