Três escolas de Felgueiras foram distinguidas a nível nacional no âmbito do programa Eco-Escolas.

Duas escolas de Felgueiras arrecadaram prémios na categoria “Escultura de um mocho”, apoiada pela UHU, sendo que, no primeiro escalão (pré-escolar e 1º CEB), o segundo lugar a nível nacional foi para a Escola Básica de Fontão, Friande, e a Menção Honrosa para a Escola Básica de Ribeirinho, Penacova, ambas do Agrupamento Dr. Machado de Matos. A Escola Básica D. Manuel de Faria e Sousa obteve o segundo lugar nacional na categoria Painel da Biodiversidade, também apoiado pela UHU. Todos os prémios são referentes ao ano letivo 2021/2022.

Foto: Município de Felgueiras

A vereadora Ana Medeiros referiu “ter ficado muito impressionada e satisfeita com a qualidade dos trabalhos apresentados, o que significa que a aposta do município na Educação Ambiental começa a dar frutos” e numa altura em que vai ser iniciado o ano letivo de comemoração do 25.º aniversário da primeira bandeira verde obtida por uma escola do concelho, informa um comunicado da autarquia.

Foto: Município de Felgueiras

No ano letivo 2021/2022, estiveram integrados no Programa Eco-Escolas um total de 40 estabelecimentos de educação e ensino da rede pública do município de Felgueiras desde a educação pré-escolar até ao ensino superior.

Foto: Município de Felgueiras

O Eco-Escolas é um programa internacional da “Foundation for Environmental Education” (FEE), desenvolvido em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e tem como objetivo “encorajar ações e reconhecer o trabalho desenvolvido pelas escolas no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade”.