No âmbito do projeto “Á terra só o que é da terra”, a Ambisousa distinguiu recentemente as escolas EB Casal da Renda, EB de Serradelo e EB 2,3 de Couto Mineiro Pejão, no concelho de Castelo de Paiva.

A distinção é feita pelo “incansável esforço de sensibilização ambiental na promoção da compostagem doméstica, contribuindo para a melhoria do meio ambiente na escola e na comunidade, agora e no futuro”, refere um comunicado da autarquia.

Foto: Município de Castelo de Paiva

Para entregar o galardão, o diretor-geral da Ambisousa, Jorge Magalhães, esteve de visita a estes estabelecimentos de ensino, acompanhado pelo vice-presidente da câmara municipal, José António Vilela, responsável da área do Ambiente da autarquia paivense.

A divulgação deste processo, a sua importância e a facilidade com que pode ser posto em prática é “cada vez mais importante, sendo muito gratificante para a Ambisousa poder acompanhar estes importantes contributos e assistir aos excelentes resultados que tem sido alcançados com este projeto, no âmbito escolar”

Foto: Município de Castelo de Paiva

Os resíduos orgânicos que resultam da preparação de refeições, bem como os resíduos de jardinagem representam “a maior fração dos resíduos sólidos produzidos”. O seu correto encaminhamento representa, pois, segundo este responsável, “um importante desafio e uma excelente oportunidade para a comunidade escolar adotar uma postura proativa, tendo em vista uma maior prevenção da produção de resíduos”.

Foto: Município de Castelo de Paiva
Foto: Município de Castelo de Paiva