A partir desta quarta-feira, dia 6 de julho, devido a uma “massa de ar quente e seco sobre o território do continente”, está prevista “uma subida dos valores da temperatura”, na generalidade do território.

A subida de temperatura prevista, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), é “em especial da máxima, atingindo valores acima de 30°C na generalidade do território, com exceção de alguns locais na faixa costeira ocidental, sendo entre os 35 e 40°C nas regiões do interior e vales do Tejo e do Sado, não sendo de excluir valores pontualmente superiores”. A temperatura mínima “também deverá aumentar, sendo previstas noites tropicais (mínimas acima de 20°C) em algumas regiões”.

A tendência aponta para “uma persistência de valores elevados de temperatura nos dias seguintes, pelo que é provável que venham a ser emitidos avisos de tempo quente”.

O IPMA alerta ainda que estas condições meteorológicas, associadas também a valores baixos da humidade relativa do ar, “resultarão igualmente num aumento significativo do Perigo de Incêndio Rural”.