Na quarta-feira, dia 26 de janeiro, Telmo Pinto foi reeleito primeiro-secretário do Secretariado Executivo Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) para o mandato 2021-2025.

A proposta do Conselho Intermunicipal da CIM do Tâmega e Sousa foi aprovada pela Assembleia Intermunicipal da CIM do Tâmega e Sousa com 47 votos a favor, um em branco e um contra. À eleição seguiu-se a tomada de posse concedida pelo presidente do Conselho Intermunicipal da CIM do Tâmega e Sousa, Pedro Machado.

Telmo Pinto agradeceu o voto de confiança do Conselho e da Assembleia Intermunicipal e assumiu o compromisso de “dedicar todo o seu empenho ao exercício das suas funções em prol das pessoas e do território do Tâmega e Sousa”, refere um comunicado. “Estamos a preparar e a negociar o próximo quadro comunitário de apoio e a reivindicar que os investimentos considerados estratégicos para o território, como o IC35, a linha ferroviária do Vale do Sousa e a ligação rodoviária de Baião a Resende, de Castelo de Paia a Vila Nova de Gaia, de Celorico de Basto e de Felgueiras à A7, sejam concretizados neste mandato”, acrescentou.

Telmo Pinto referiu ainda que, em articulação com os 11 municípios que integram a CIM do Tâmega e Sousa, já tinha sido identificado um conjunto de projetos estratégicos que vão permitir valorizar os eixos da inovação e da competitividade. “Estamos a trabalhar com as universidades e os politécnicos para que possamos ter no território centros de competências nas áreas do mobiliário, do têxtil e vestuário, do agroalimentar, entre outros setores estratégicos, e das tecnologias digitais e gestão industrial”, explicou, referindo que “há um conjunto de oportunidades que estão identificadas e que estão a ser muito bem aceites pela autoridade de gestão dos fundos comunitários e pela tutela”.

Para o primeiro-secretário, “o desafio para os próximos quatro anos é o de continuar a valorizar e apoiar quer os transportes rodoviários quer os ferroviários, nomeadamente a ligação à Área Metropolitana do Porto, a preços acessíveis”. “Se conseguirmos isto, estou certo que podemos criar melhores condições para as pessoas que cá vivem e criar oportunidade para que pessoas de outros territórios possam vir viver e trabalhar para o Tâmega e Sousa”, concluiu.

No cargo de Primeiro-Secretário da CIM do Tâmega e Sousa desde 2018, Telmo Pinto, exerceu anteriormente funções em diversos cargos públicos e privados, tendo sido presidente de Direção e Coordenador da Equipa Técnica da Cooperativa Dolmen, delegado regional do Norte da Direção-Geral de Reinserção Social do Ministério da Justiça e chefe de Divisão de Dinamização Local na Câmara Municipal de Amarante.