Tecnologia

Battery 2030+: Conheça a iniciativa que quer tornar a Europa líder no desenvolvimento de baterias do futuro

Ana Regina Ramos

18-09-2020

Estas baterias deverão armazenar mais energia, ter uma vida mais longa e ser mais seguras e mais “amigas do ambiente”

Foto: Battery 2030+

Há uma iniciativa de investigação a decorrer a nível europeu denominada “Battery 2030+” que pretende tornar a Europa líder mundial no desenvolvimento e produção de baterias do futuro.

O objetivo é que essas “baterias do futuro” armazenem mais energia, tenham uma vida mais longa e sejam mais seguras e mais “amigas do ambiente” do que as atuais, de forma a “facilitar a transição para uma sociedade mais neutra para o clima”.

De acordo com a coordenadora do projeto e professora da Universidade de Uppsala, na Suécia, Kristina Edström, “este é um importante investimento a longo-prazo na investigação na área das baterias que irá fortalecer a posição de pesquisa da Europa e contribuir para ter uma indústria que possa fabricar as baterias do futuro”. “Temos vindo a trabalhar há vários anos com o roteiro no qual baseamos os nossos esforços de pesquisa e que apresentámos em março. Agora, os vários projetos de investigação estão a começar e estamos a garantir que as nossas ideias resultam em conhecimento e novos produtos – e, claro, em baterias melhores”, acrescenta a professora, citada num comunicado da universidade.

Foto: Battery 2030+

As atividades são coordenadas pela Suécia e pela Uppsala University e os projetos de investigação que estão a decorrer agora operam em três diferentes áreas: Desenvolvimento de uma plataforma de infraestrutura europeia para combinar cálculos em grande escala e estudos experimentais de forma a mapear as reações complexas que ocorrem numa bateria; Desenvolvimento e integração de sensores para examinar e registar a saúde da bateria em tempo real; Desenvolvimento de componentes que se tratem a si próprios que estendam a vida da bateria e aumentem a segurança.

Esta principal iniciativa começou no início deste mês e consiste em sete projetos com um total de 40,5 milhões de euros de orçamento provenientes do programa de investigação e inovação da União Europeia Horizonte 2020. Entre esses projetos estão: Big-Map; Instabat; Sensibat; Spartacus; Bat4ever, Hidden e Battery 2030Plus – que irão decorrer durante três anos, sendo que estão a ser planeados ainda mais.