Resende

Resende vai ter Centro Interpretativo da Olaria do Barro Preto

José Rocha

13-01-2021

A obra está orçada em cerca de 117 mil euros.

Foto: Município de Resende

A Câmara Municipal de Resende está a desenvolver o Centro Interpretativo do Barro Preto de Fazamões, que se vai situar antiga escola primária de Fazamões, na freguesia de Paus. As obras já estão a decorrer e contemplam a reabilitação e requalificação do referido edifício.

Orçado em cerca de 117 mil euros, o projeto concretiza-se no âmbito de uma candidatura submetida ao Programa de Desenvolvimento Rural PDR 2020 e ao Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER).

Foto: Município de Resende

O objetivo, segundo o Município de Resende, passa por fazer do Centro Interpretativo da Olaria de Barro Preto um "elemento centralizador do conjunto das ações que promovam, protejam, exponham e valorizem o património cultural local, designadamente a olaria de barro preto".

"Nesta região, desde tempos medievais, os oleiros trabalhavam o barro nas suas rodas, coziam-no nas soengas e trocavam as peças elaboradas nas feiras da região ou de porta em porta por produtos agrícolas. A criação de peças de barro negro, na época, sobressai pelo seu método arcaico, destacando-se o processo tradicional de cozedura em soenga, que consistia em cozer as peças numa cova pouco funda cavada no solo. O Mestre Joaquim Alvelos, foi o último a encerrar a arte da olaria negra no concelho de Resende", descreve a autarquia em comunicado.