Penafiel

Município de Penafiel aprova contas de 2020 por unanimidade

José Rocha

08-06-2021

O documento foi aprovado com os cinco votos dos eleitos pela coligação “Penafiel Quer” e os quatro do Partido Socialista.

A Câmara Municipal de penafiel aprovou por unanimidade em reunião do executivo realizada esta segunda-feira, dia 7 de junho, as contas relativas ao exercício de 2020.

O documento foi aprovado com os cinco votos dos eleitos pela coligação “Penafiel Quer” e quatro do Partido Socialista. Segundo refere a autarquia através de comunicado, "as contas foram aprovadas de forma histórica por unanimidade e sem qualquer contestação".

Em particular, o município destaca como como "indicadores e resultados de grande importância" os seguintes: "forte redução do passivo que registou uma descida de 20 % em comparação com período homólogo e decresceu 53% relativamente a 2017; forte diminuição total da divida a fornecedores, que só neste mandato, 2017-2020, teve uma redução de 11 milhões de euros; redução de dívidas a terceiros, na ordem dos 35%, em linha com o ano anterior; registo da maior taxa de execução do orçamento nos últimos anos e do valor de empréstimos de médio/ longo prazo mais baixo de sempre".

Antonino de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Penafiel

"Sinto-me muito feliz por terem sido aprovadas as melhores contas de sempre, desde que há um sistema de contabilidade organizada nos municípios. A aprovação das contas por unanimidade, ou seja com os votos a favor da oposição, só evidencia aquilo que temos vindo a dizer há já algum tempo, que a câmara municipal tem feito um percurso de estabilidade orçamental, reduzindo a dívida sem deixar de realizar obras e investimentos importantes para o concelho. É uma dupla satisfação ver o nosso trabalho reconhecido, em especial quando estamos também a enfrentar uma pandemia que nos levou a investir mais no apoio social sem no entanto colocar em causa as boas contas", referiu a este propósito o presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa.

O autarca aproveitou para recordar que, "na assembleia municipal do ano passado, onde se discutiram as contas, o líder da bancada do Partido Socialista assumiu publicamente votar as contas de forma favorável se as mesmas continuassem a evoluir de forma positiva, o que aconteceu hoje em reunião de câmara, porque contra factos não há argumentos".