Marco de Canaveses

Aprovada Prestação de Contas e Relatório de Gestão do Ano Financeiro de 2020 do Município de Marco de Canaveses

Ana Magalhães

08-06-2021

"O plano de obras públicas é, pelo segundo ano consecutivo, o maior investimento desta câmara municipal nos últimos 10 anos”, disse Cristina Vieira, presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses.

O executivo da Câmara Municipal de Marco de Canaveses aprovou por maioria a Prestação de Contas e Relatório de Gestão do Ano Financeiro de 2020 da autarquia. O ponto foi aprovado na reunião de câmara do dia 31 de maio, com os votos a favor do Partido Socialista, do vereador independente, Alcino Vieira, e a abstenção do Partido Social Democrata.

Cristina Vieira, presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, referiu que, “num ambiente de incerteza, em que a pandemia tudo condicionou, o município, ao mesmo tempo que implementava um Plano de Intervenção Social e Económico, com um conjunto de medidas de apoio às famílias, às empresas e ao emprego, pretendeu também continuar a ser um fator dinamizador do investimento e da economia local, implementando um plano de obras públicas que, pelo segundo ano consecutivo, é o maior investimento desta câmara municipal nos últimos 10 anos”.

Ainda de acordo com a autarca, “tudo isto foi possível sem colocar em causa a trajetória do rigor nas contas, que nos acompanha desde 2017 e que estamos certos que permitirá que o município enfrente a incerteza do futuro próximo, mais e melhor preparado para servir os marcoenses”.

Os documentos apresentados mostram que, em 2020, a despesa totalizou cerca de 26,6 milhões de euros, verificando-se um aumento de 2,2% (+580 mil euros) no montante total de despesa executada, sendo que o montante executado no Plano Plurianual de Investimentos do Município (PPI) representa cerca de 6,6 milhões, uma variação positiva no investimento municipal de mais 12,2% em relação a 2019.

No domínio das Infraestruturas Rodoviárias, no valor global de 1,8 milhões de euros, a autarquia destaca o valor de 754 mil euros investidos nas empreitadas realizadas nas “designadas Obras de Proximidade em todas as freguesias, nomeadamente pavimentação a cubos e em betuminoso, e a construção de muros de suporte em alvenaria de granito, o que representa mais do dobro do compromisso assumido com as juntas de freguesia no início deste mandato”.

O executivo liderado por Cristina Vieira manteve “o esforço de proceder à manutenção de baixos níveis de endividamento ao nível dos fornecedores, o que é também demonstrado no reduzido prazo médio de pagamento aos nossos fornecedores, que foi de oito dias no ano de 2020”.

Segundo o município, “o património imobiliário cresceu 4,2%, mais cerca de 3,7 milhões euros. Esta valorização decorre da regularização e registo de diversos bens imóveis resultado do esforço empenhado da autarquia, na inventariação, registo e regularização do património municipal”.

A Prestação de Contas e Relatório de Gestão do Ano de 2020 será submetida à aprovação da Assembleia Municipal em sessão a realizar no mês de junho, ficando posteriormente disponível para consulta.