Marco de Canaveses

Jovem de Marco de Canaveses estreia-se no Rali Terras D’Aboboreira com dupla vitória

José Rocha

01-05-2021

Beatriz Pinto venceu no Desafio Kumho Portugal (Divisão 2) e no grupo X1-8.

Beatriz Pinto – conhecida no mundo dos ralis como ‘Bia’ Pinto – concretizou este fim de semana o sonho de participar no Rali Terras D’Aboboreira, a prova que passa pelo seu concelho-natal, Marco de Canaveses, assim como por Amarante e Baião.

Navegadora desde 2015, Bia Pinto nunca tinha participado na prova organizada pelo Clube Automóvel de Amarante e foi convidada para apoiar a estreia absoluta nos ralis do jovem piloto Vítor Pinheiro, ao volante de um Nissan Micra, preparado e assistido pela equipa MSD.

A dupla descobriu a dureza dos troços de terra da região e concentrou-se em aliar rapidez e inteligência, evitando as muitas armadilhas do percurso para os concorrentes do Campeonato Norte de Ralis e Desafio Kumho Portugal. O resultado final, após 56,27 quilómetros cronometrados, foi a vitória tanto no Desafio Kumho Portugal (Divisão 2) como no grupo X1-8.

"Foi mesmo muito duro", referiu a jovem navegadora marcoense, natural da freguesia de Bem Viver. "Sabíamos que os troços iriam estar muito degradados pela passagem dos carros do CPR, mas apanhámos de facto os pisos completamente destruídos. Tentámos impor sempre um bom ritmo, mas respeitando os limites do carro e da mecânica e tentando sobretudo chegar ao final", explicou.

A jovem não terminou sem deixar elogios ao piloto com quem correu. "O Vítor (Pinheiro) fez um excelente trabalho para o primeiro rali e este resultado é muito merecido, até porque ele fez um grande esforço para concretizar este sonho de ser piloto. É uma vitória arrancada a ferros, num rali muito duro e difícil, mas é acima de tudo um prémio para ele e para toda a equipa", afirmou Bia Pinto, que ao longo da sua carreira também já venceu o famoso RallySpirit Historic, em 2016.