Cinfães

Crianças e jovens de Cinfães sensibilizaram população para a violência na infância

José Rocha

09-05-2021

Saiba quais as atividades realizadas sob o mote “Serei o que me deres…que seja amor”.

Foto: Município de Cinfães

Em abril, assinalou-se um pouco por todo o mundo o Mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Cinfães não fom exceção, com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) local a dinamizar diversas atividades em parceria com a Câmara Municipal de Cinfães e o Agrupamento de Escolas de Cinfães e Souselo.

Sob o mote “Serei o que me deres…que seja amor”, realizaram-se três operações stop (Cinfães, Souselo e Nespereira) alusivas aos maus tratos infantis, com a colaboração da GNR Cinfães e Souselo, a distribuição pelas escolas do pré-escolar e 1.º ciclo de 875 sacos/mochila com um marcador de livros (onde se conta a razão do laço azul) e um cartão com os contactos da CPCJ de Cinfães.

No mesmo âmbito, foram ainda colocadas tarjas com referência a este mês por algumas instituições do concelho, a saber: Casa dos Outeirinhos, Câmara Municipal, Escolas Secundária, EB 2, 3 de Cinfães, EB 2, 3 de Souselo, Escola Profissional, GNR Souselo e Cinfães, Santa Casa da Misericórdia de Cinfães, ADDAC, Academia de Artes e IPSS Nespereira.

As escolas do pré-escolar e do 1.º ciclo também realizaram vários trabalhos sobre a temática da prevenção dos maus tratos infantis.