Tâmega e Sousa

Tâmega e Sousa vai ter serviço de transporte público a pedido

Ana Regina Ramos

30-04-2021

Projeto-piloto vai arrancar na segunda-feira em Baião, Cinfães e Resende.

Foto: Município de Amarante

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa vai implementar um serviço de transporte público a pedido. Projeto-piloto vai arrancar na próxima segunda-feira, dia 3 de maio, nos concelhos de Baião, Cinfães e Resende.

Trata-se de um serviço complementar à rede regular de transporte público rodoviário, em situações em que a oferta atual é insuficiente para dar resposta às necessidades da população, e que assegura o transporte dos passageiros até à sede do seu município e aos principais equipamentos e serviços públicos.

Terá circuitos, paragens e horários pré-definidos, disponíveis online www.cimtamegaesousa.pt, mas distingue-se do transporte regular por só circular quando o serviço é previamente solicitado pelo passageiro através de uma central de reservas. Deste modo, os percursos só serão realizados se, antecipadamente, o serviço tiver sido pedido e só serão efetuadas paragens nos locais com reserva. Este serviço diferencia-se ainda do transporte público regular por assegurar apenas a ligação entre as paragens pré-definidas e a respetiva sede de concelho.

A implementação do sistema de transporte público a pedido será feita em duas fases. A primeira, que corresponde ao projeto-piloto, terá início em maio, nos concelhos de Baião, Cinfães e Resende, uma opção que assenta no facto de se tratar de três concelhos de baixa densidade e com contiguidade territorial entre si. Posteriormente, o serviço será alargado aos restantes concelhos do Tâmega e Sousa.

O projeto-piloto será também dividido em duas etapas, sendo a primeira, de 3 a 21 de maio, a que corresponde à fase de registo de utilizadores. Os interessados em usufruir deste serviço terão que proceder, obrigatória e previamente, ao seu registo, que poderá ser feito através do telefone 255718348. Durante o projeto-piloto, o registo será apenas via telefone, prevendo-se, posteriormente, a possibilidade de ser realizado através de um website e de uma aplicação móvel.

A segunda etapa corresponde à efetiva utilização do serviço de transporte a pedido e inicia-se a 24 de maio. Nesta fase, para usufruir do serviço, o passageiro deverá proceder à reserva da viagem, o que terá de acontecer até às 15h00 do dia útil anterior ao da viagem. A reserva poderá ser feita através de chamada telefónica para o mesmo número do registo de utilizador.

O objetivo é "melhorar as condições de mobilidade da população da região, nomeadamente nos concelhos marcados por um povoamento disperso e por uma baixa densidade populacional, aumentando a cobertura da rede de transportes coletivos existente em áreas ou períodos do dia onde esta é deficitária", informa a CIM Tâmega e Sousa em comunicado.

Este serviço insere-se na operação “Transporte Público a Pedido (Apoio na implementação de um Sistema de Transportes Adaptado à Procura para Territórios de Baixa Densidade na CIM-TS)”, cofinanciada pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.