A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 40 anos, suspeito da morte de uma mulher de 30 anos, que foi encontrada enrolada num edredão, no dia 28 de fevereiro, em Rio de Moinhos, no concelho de Penafiel. Para além de ser suspeito do crime de homicídio qualificado, é também suspeito de profanação de cadáver.

O homem, de nacionalidade espanhola, foi detido na sequência de “aturadas diligências de investigação”, desenvolvidas pela Polícia Judiciária, após o aparecimento do cadáver da mulher. “O arguido era companheiro da vítima e, entre ambos, havia um historial de violência doméstica”, avança a PJ, em comunicado.

Segundo a mesma fonte, “na sequência de um desentendimento ocorrido anteriormente, o arguido terá asfixiado a companheira e depositado o corpo em local ermo alguns dias depois, tentando afastar as suspeitas sobre si e direcioná-las para um familiar da vítima, contra o qual esta havia apresentado uma denúncia em dezembro de 2021”.

O detido, com antecedentes policiais por violência doméstica e tentativa de homicídio, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.