As empresas de distribuição garantem que apesar dos aumentos de preços, não se espera que faltem produtos nas prateleiras dos supermercados portugueses. Dizem estar a fazer todos os possíveis para que isso não aconteça e que os stocks dos próximos meses estão assegurados. 

Leia o artigo completo em sicnoticias.pt.