Foram 61 os vinhos da região do Tâmega e Sousa que foram premiados no concurso anual “Os Melhores Vinhos Verdes”, entre eles seis galardoados com medalha de outro, numa gala que decorreu no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo.

As marcas, Pecado Capital (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses), Abcdarium Escolha (Amarante), Quinta da Samoça Vinhão (Marco de Canaveses), Marquês de Lara Reserva Avesso (Castelões, Penafiel), Casa Vilacetinho (Alpendorada, Marco de Canaveses) e Quinta da Levada Azul (Amarante), arrecadaram medalhas de ouro.

A Vercoope – União das Adegas Cooperativas da Região dos Vinhos Verdes (Felgueiras, Amarante, Braga, Famalicão, Guimarães, Paredes, Vale de Cambra) conquistou duas medalhas de prata com as marcas Via Latina Grande Reserva e D. Sancho I Branco, assim como Vale dos Santos Padeiro (Castelões, Penafiel).

As restantes levaram conquistaram uma medalha de honra.

O Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, foi palco da cerimónia de entrega de prémios do concurso “Os Melhores Verdes 2022”, que destacou 157 vinhos da Região dos Vinhos Verdes com Medalha de Ouro em 11 categorias distintas, destacando Encostas de Melgaço Alvarinho 2020 com a Grande Medalha de Ouro.

Texto redigido por Sara Ribeiro, aluna estagiária da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro