A Segurança Social anunciou, na segunda-feira, dia 2 de maio, que prolongou o prazo para os trabalhadores independentes entregarem a declaração trimestral de abril, até quarta-feira, dia 4 de maio, devido a “perturbações pontuais” no portal.

Na nota publica no site oficial, a segurança social explica que “atendendo à existência de perturbações pontuais na Segurança Social Direta, foi prolongado até ao dia 4 de maio o prazo para entregar a declaração trimestral por trabalhadores independentes”.

Os trabalhadores independentes têm de entregar a segunda declaração trimestral em abril, referente aos rendimentos auferidos entre janeiro e março de 2022, que servem para o cálculo das contribuições dos meses de abril, maio e junho.

No dia 23 de abril, a Segurança Social tinha informado que o portal da Segurança Social Direta (SSD) iria estar indisponível “por motivos de intervenção técnica programada no seu sistema de informação”

De acordo com o aviso publicado, “esta intervenção visa melhorar a qualidade dos serviços digitais disponibilizados”, indicou a Segurança Social.