A Verdade1

“Um ano diferente, mas com o sentimento de sempre”. É assim que a comissão de festas apresenta a edição das Sebastianas 2020, festejadas em Freamunde, no concelho de Paços de Ferreira.

Ricardo Carvalho, presidente da Comissão das Sebastianas, assumiu ao Jornal A VERDADE que não poderia deixar de assinalar esta data, mesmo que de forma diferente. “A comissão de 2020 vai transitar para 2021 e não queríamos deixar passar a data em vão. Queremos manter a tradição, pois a comunidade sente um grande afeto pelas Sebastianas”, começou por explicar.

Devido às condições impostas pela Direção-Geral de Saúde (DGS), o presidente da comissão explicou que não foi possível colocar em prática a ideia inicial . “A ideia era realizarmos atividades de rua. No entanto, com as restrições da DGS, achamos por bem não o fazer”, confessou.

A Verdade1

Nesse sentido, a organização arranjou uma solução para que todas as condições de segurança fossem preservadas: realizar as Sebastianas 2020 online. “Vamos manter as pessoas no conforto das suas casas. De 9 a 13 julho, temos preparadas algumas atividades para que a comunidade possa interagir com as Sebastianas, a partir das suas casas”, destacou.

De seguida, Ricardo Carvalho explicou a atividade “Barulho”, que se vai realizar na segunda-feira, dia 13 de julho:

Convidamos as pessoas a comprarem uma caixa de fogo de artificio, de forma a iluminar Freamunde. A ideia é que seja lançado todo à mesma hora. Para além disso, juntamente com a caixa, irá ser entregue uma bandeira de São Sebastião para a população colocar nas suas casas, durante o fim de semana.

A Verdade1

O presidente da Comissão das Sebastianas pronunciou-se ainda sobre algumas das atividades que vão ser realizadas na sexta-feira e no domingo, dias 10 e 12 de julho:

Na sexta-feira seria a noite de bombos. Então, a uma determinada hora, as pessoas devem ir para as suas varandas/janelas tocar bombo, claro que de uma maneira moderada. Já o domingo é o dia dedicado à religião. Será realizada a eucaristia, onde vão estar presentes os festeiros e também serão homenageados os que já faleceram.

As Sebastianas foram organizadas, segundo o comissário, de maneira a que possam ser transmitidas online e envolvam a comunidade e as associações de Freamunde. Todos os anos, as Sebastianas acolhem a população local e dos mais diversos concelhos vizinhos. Por essa e outras razões, Ricardo Carvalho acredita que vai haver uma grande adesão. “Temos a certeza que a comunidade vai aderir. Aliás, muitas pessoas estão ansiosas por saber as restantes atividades, sentimos o entusiasmo em querer participar e ajudar a assinalar a festividade”, conclui.

Mariana Correia, aluna estagiária da ESEV

A Verdade1