O Centro Cultural Marcelo Rebelo de Sousa, em Celorico de Basto, recebeu no dia 20 de dezembro, a reunião de CLAS (Contrato Local de Ação Social) com destaque para a atribuição de pareceres favoráveis de candidaturas para a requalificação e alargamento da rede de equipamentos e respostas sociais no âmbito do PRR.

As propostas de candidatura tiveram parecer favorável dos elementos do CLAS, incluindo a proposta alargamento e ampliamento das infraestruturas existentes para novas vagas de creche, bem como, as candidaturas propostas pela câmara municipal para a criação de 42 vagas de creche na vila de Gandarela e 36 vagas na freguesia do Rego.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Domingos Teixeira, presidiu esta reunião e referiu que “a criação destas vagas é o reflexo de que o concelho tem vindo a fazer o seu trabalho no que diz respeito ao apoio à parentalidade e ao apoio às famílias. Estamos atentos aos sinais e percebemos que estas respostas são fundamentais e cruciais para ajudar as famílias e ao mesmo tempo contribuem muito positivamente para o desenvolvimento integral das nossas crianças”. 

Na sequência dos pareceres anteriores foi, ainda, solicitado e dado parecer favorável à Associação de Solidariedade Social de Basto para a criação de 20 vagas da resposta social CACI (Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão) e ao Grupo Cultural e Recreativo Núcleo Infantil de Gandarela para a criação de 100 vagas para a resposta social CAFAP (Centro De apoio Familiar e Aconselhamento Parental).

Foto: Município de Celorico de Basto

Neste sentido, Helena Martinho, coordenadora dos Serviços Socias do município, afirmou que “temos vindo a trabalhar enfaticamente esta questão da Parentalidade com os nossos serviços do município junto da comunidade e percebemos que as famílias estão necessitadas de uma apoio extra no que concerne à educação, à relação parental. Percebermos que outras entidades entenderam esta necessidade é a certeza que estamos a remar todos no mesmo sentido”. 

Para além disso, na reunião de CLAS foi abordada ainda a apresentação do relatório de atividades do ano de 2022 promovidas pelo CLDS 4G Celorico+Social, bem como, o Plano Municipal para a Igualdade e Não discriminação. Este plano já foi apresentado em reunião de câmara e Assembleia Municipal e pretende “ser um instrumento de planeamento de políticas públicas para a igualdade ao nível local, através da execução de ações direcionadas às IPSS’s, ao tecido empresarial e à comunidade em geral”.

Por fim, foi apresentado o processo de elaboração da Carta Social Municipal, um instrumento de trabalho da área social no território, de forma a rever o que existe atualmente e perceber quais são os objetivos futuros de cada instituição.