Paredes

Autarquia de Paredes homenageia campeã nacional de futebol feminino pelo SL Benfica 

Ana Regina Ramos

01-06-2021

"Eu trabalhei muito para isto, eu tracei objetivos na minha carreira e tudo o que eu dei dentro de campo foi mesmo para isso, foi mostrar que o futebol é para mulheres e tentar honrar sempre todos os clubes por onde passei e a cidade onde vivo"

Lúcia Alves, de 23 anos, é natural de Paredes e campeã nacional pelo SL Benfica na época 2020/2021. Foi, esta terça-feira, 1 de junho, homenageada pela Câmara Municipal de Paredes.

"É sempre um orgulho representar esta terra e ser recebida desta maneira. É um clube e é uma terra que levo sempre no meu coração e como é a minha terra vou sempre honrá-la da melhor forma", comentou Lúcia Alves aos jornalistas após a receção feita nos Paços do Concelho.

"Eu trabalhei muito para isto, eu tracei objetivos na minha carreira e tudo o que eu dei dentro de campo foi mesmo para isso, foi mostrar que o futebol é para mulheres e tentar honrar sempre todos os clubes por onde passei e a cidade onde vivo", continuou.

A atleta, avançada do SL Benfica, conquistou recentemente o título de campeã nacional de futebol feminino pela primeira vez.

Para além da conquista do Nacional Feminino 2020/21, a jovem de Paredes conta ainda no seu palmarés com a Taça da Liga Feminina 2019/20, 2020/21 e com a Supertaça Feminina 2019.

A jovem representa o clube desde 2019 e renovou o contrato até 2024, tendo sido também convocada para a seleção nacional de futebol. "Agora no final da época recebi a notícia que ia representar a Seleção Nacional aos EUA e é uma honra e espero continuar assim a crescer e, um dia mais tarde, poder jogar no estrangeiro", declarou.

O início do percurso no futebol começou aos seis anos nos Laranjinhas do União Sport Clube de Paredes, passando ainda pelo FC Águias Santa Marta, clube de Penafiel, pelo Freamunde e pelo Valadares Gaia FC.

"Felizmente, ao nível do desporto, temos tido vários atletas que se têm destacado, não só no futebol como noutras atividades, ainda agora no polo aquático tivemos vários atletas mais jovens que chegaram à Seleção Nacional e, para nós, é sempre um orgulho ter atletas que conseguem atingir os seus objetivos. Neste caso, estamos a falar ao mais alto nível, uma atleta sénior, que vingou numa modalidade que não é muito habitual, que é o futebol feminino", referiu o presidente da autarquia, Alexandre Almeida.

"Cá em Paredes também temos formação de futebol feminino, nomeadamente no Parada de Todeia e há outras equipas também agora a constituírem-se, e esperamos que o exemplo da Lúcia inspire outras atletas a investir cada vez mais numa carreira de futebolista, se for essa a sua vontade", rematou.