Para o Rancho Folclórico de Abragão a semana começou de uma forma “especial”. Esta segunda-feira, dia 20 de março, o grupo celebrou 42 anos de existência. 

Foi no concelho de Penafiel, em 1980, que nasceu o Rancho de Abragão e que, ao fim de vários anos, pretende “manter a tradição, divulgar o que eram os nossos antepassados, mas manter ativos os jovens da nossa vila”. Quem o diz é Carla Almeida, responsável pelo Rancho e membro desde os três anos. 

Publicidade

Atualmente, com 44 anos partilha que entrou neste grupo por “influência da família. Os meus pais pertenciam ao rancho, tal como o meu avô e outros familiares. Aos 18 anos entrei na direção e acabei por ficar como responsável”.

Ao fim de 42 anos, o Rancho de Abragão reune cerca de 60 elementos, realçando que este ano conseguiram uma dúzia de novos elementos. No entanto, menciona que “estamos a chegar a um patamar difícil de manter, tendo em conta que nos dias de hoje há tanto para fazer que não só o folclore”. 

Um e 83 são os números que correspondem às idades do membro mais novo e velho deste “grupo de amigos. Temos aqui gerações de avós e netos e é muito frequente existirem várias pessoas da mesma família”, partilha Carla Almeida.

Para atrair os mais jovens foi criado o festival “MaioÁbrir” que pretende levar, sobretudo, aos mais novos “várias atividades quer de cariz lúdico quer cultural” para demostrar a “dualidade do nosso rancho, porque o rancho não é apenas folclore. Pretendemos puxar a juventude porque eles são o futuro, se não depois não temos a quem ensinar”. 

Nos últimos anos, o rancho tem realizado a sua digressão por Portugal, no entanto, já contam com várias atuações pelo mundo, nomeadamente,os Arquipélagos da Madeira e Açores, Espanha, França, Itália, Bélgica, Suíça, Bulgária e Roménia. 

De forma a assinalar esta data, o Rancho Folclórico de Abragão convida todos a participar num evento com “muita animação, música e bailarico. Não é um programa só para nós, mas também para aqueles que já passaram pelo rancho e que nos continuam a apoiar”.

Aproveitando para agradecer aos que “nos apoiam a nível financeiro, câmara, junta, comerciantes, o aniversário não só para os que estão no ativo, mas para toda a comunidade”.

Acima de tudo, Carla Almeida destaca que o Rancho Folclórico de Abragão pretende “preservar e conservar o folcore. Preservar a tradição dando continuidade aos nossos antepassados e ao mesmo tempo poder dinamizar a nossa vila de Abragão é para nós um motivo de grande satisfação e orgulho.” 

Para celebrar os 43 anos junto do Rancho Folclórico de Abragão poderá este sábado, dia 25 de março, juntar-se à festa no Centro Social e Cultural de Abragão, a partir das 21h00. 

Do programa fazem parte vários momentos musicais, com temas do Rancho, bailarico, sem esquecer o corte do bolo de aniversário. Todos os presentes poderão pedir a sua música favorita, dançar, e relembrar momentos únicos e tradicionais.  A entrada é livre. 

Publicidade