A 35.ª edição deste ano do Rally Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas, prova de abertura do Campeonato da Europa (FIA ERC – European Rally Championship) e do Campeonato de Portugal de Ralis, vai arrancar este fim de semana, dias 11, 12 e 13 de março.

Na noite desta sexta-feira, a super-especial (1,43 km) vai acontecer no centro da cidade de Fafe, onde é provável que a chuva não se faça sentir, mas, nos dois dias seguintes, as previsões meteorológicas indicam uma elevada pluviosidade, informa um comunicado da organização. No sábado, em que haverá uma dupla passagem por Boticas (15,05 km), Cabeceiras de Basto (10,84), Vieira do Minho (11,86 km) e Luílhas (11,86 km), nos primeiros três concelhos prevê-se queda de chuva persistente durante todo o dia. A situação melhorará, em princípio, para domingo, com menos chuva quando os pilotos fizerem a “ronde” (duas passagens) pelas classificativas de Montim (8,73 km), Seixoso (9,97 km), Santa Quitéria (9,18 km) e Lameirinha (14,83 km), que encerrará, com a “power stage”, a partir das 15h08, a parte competitiva do rali organizado pelo Demoporto.

Portanto, “chuva, pisos com lama e nevoeiro nas zonas mais altas serão, em termos gerais, o cenário que os pilotos do Rally Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas têm pela frente”.

Felgueiras vai ser novamente palco desta prova, que vai passar por Santa Quitéria e Seixoso no dia 13 de março: Seixoso 1 – 8h40; Santa Quitéria 1– 9h15; Seixoso 2 – 12h52; Santa Quitéria 2 – 13h27.

Segundo a organização da prova, este ano não haverá limitações no acesso do público ao Rally.