Depois de uma paragem de dois anos, fruto da pandemia da COVID-19, o Rally das Tascas regressou a Penafiel no passado sábado, dia 16 abril, “com uma adesão recorde”.

Como nos revela Miguel Tika, membro do rally, a edição deste ano “foi um sucesso, superando todas as melhores expectativas, mais uma vez com muita alegria e civismo”.

Este ano o Rally das Tascas teve uma “adesão recorde” e de ano para ano “tem havido um crescimento”, frisa. Após uma paragem de dois anos devido à pandemia, e sem qualquer tipo de publicidade, “com respeito pela atual situação”,  o grupo acredita “ter ultrapassado, direta e indiretamente, o meio milhar de pessoas” a participar no acontecimento”.

Desde 2008, que vários “amigos” se reúnem na mesma data “para celebrar a amizade, promover a economia e o turismo local”, sublinha Miguel Tika, acrescentando que atualmente participam no Rally das Tascas “centenas de pessoas”.

Miguel Tika salienta que “não existe uma organização”, mas sim “participantes” que fazem parte de um grupo desde o primeiro rally. “Entretanto foram convidados outros elementos a fazer parte e que se juntam, anualmente, para conversar sobre o evento: o trajeto, as tascas a visitar e, sobretudo, as homenagens a fazer”.

O Rally das Tascas constitui-se “uma oportunidade para agradecer” a várias pessoas que fazem parte da vida e da história de Penafiel, “e que participaram ou nos receberam sempre muito bem”.

Todos os anos o evento sofre alterações, “pois está dependente de várias condicionantes, como o fecho e abertura de casa. Uma importante atualização e renovação, sem nunca esquecer os mais emblemáticos tascos da cidade”, destaca Miguel Tika.

Regressar depois da paragem devido à COVID-19 foi “poder voltar a confraternizar com amigos que muitas vezes só os encontramos nesta altura ou então em alguns eventos da cidade, por épocas festivas, nomeadamente emigrantes”.

Por isso, esta edição, “é particularmente especial. O rally é nosso e há-de ser, é inexplicável e acima de tudo, é Penafiel na sua mais rústica e “rasca’ manifestação de vida”, conclui Miguel Tika, deixando um convite a todos os participantes para o Rally das Tascas do próximo ano.