Publireportagem

Flor do Marco abre novo espaço para criar uma maior ligação com os clientes

A Verdade

01-05-2021

O espaço abriu portas este sábado, dia 1 de maio.

Um negócio de família com mais de 30 anos que agora ganha um novo ar. Um espaço “totalmente novo” e a “pensar sempre no cliente”. É desta forma que os proprietários da Flor do Marco descrevem o novo estabelecimento, que abriu portas este sábado, dia 1 de maio, na Rua de Miratâmega, na freguesia de Vila Boa de Quires e Maureles.

É justo dizer que Luís Babo “nasceu no meio das flores”, uma vez que é um trabalho que herdou dos seus pais. “Começou há 32 anos, em Vila Boa de Quires e Maureles. É aqui que temos crescido. Começamos com uma pequena área, que tem vindo a crescer. Então, faz sentido que seja aqui que abrimos este novo espaço”, disse.

De acordo com o responsável, este novo local pretende ser “totalmente inovador” e diferenciado. “Contamos apresentar aos clientes todo o processo que envolve as flores, desde a sementeira até ao produto final. O cliente, ao deslocar-se a este local, acaba por estar ligado ao local de onde vem a matéria prima que é utilizada para a arte final. Neste caso, há a ligação a uma das estufas, que pode ser visitada pelo próprio cliente”, explicou.

O novo estabelecimento conta com um vidro, que permite que o cliente esteja “em contacto direto” com a estufa, quer a visite ou não. “Nos outros estabelecimentos que temos, o cliente chega e já vê a flor crescida e pronta para venda. Aqui, pode acompanhar todo o processo. Queremos ligar o cliente à produção”, realçou Luís Babo.

O objetivo passa, então, por não ser “apenas mais uma loja de flores”, mas sim “um local onde há todo o conhecimento. É um espaço moderno, onde todos os clientes conseguem estar em contacto com esta parte. Queremos criar uma ligação mais próxima com o nosso cliente, mostrando-lhe algo diferente do que estão habituados”, explicou.

Neste local, bem como nos restantes que compõem a Flor do Marco, os clientes podem encontrar flores, arte floral, peças de decoração, bem como requisitar a decoração de eventos. Há ainda a vertente de revenda, que permite o fornecimento de matéria-prima a outras floristas. “Somos os únicos produtores, nesta escala, no concelho”, salientou.

Uma nova vertente que nasceu durante a pandemia da COVID-19 foi as entregas ao domicílio, que “foram um sucesso” e que “vão continuar após a pandemia”.

A inauguração contou com a presença do vereador da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Mário Bruno Magalhães, do presidente da Junta de Freguesia de Vila Boa de Quires e Maureles, Fernando Monteiro, e com o pároco da freguesia, Pabresh Jacob.

Para além deste novo espaço, a Flor do Marco tem também um estabelecimento no centro da cidade de Marco de Canaveses. É ainda possível encontrar os seus produtos junto à igreja de Vila Boa de Quires e junto ao Cemitério de Fornos. De segunda-feira a sábado, das 8h00 às 18h00 e no domingo das 8h00 às 12h00.

110