Na próxima quinta-feira, dia 21 de abril, vai ser debatida, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Baião, a proposta para classificação da Serra da Aboboreira como Paisagem Protegida Regional, feita pela Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT).

A sessão pública de auscultação vai decorrer pelas 15h00 e é dirigida ao público em geral e a entidades locais e regionais relevantes para este processo de classificação.

Vai contar com uma apresentação da proposta de ordenamento e de gestão e um debate para recolha de observações e sugestões sobre esta proposta de classificação.

Esta sessão é prévia ao início do período de discussão pública para a classificação da Serra da Aboboreira como paisagem Protegida Regional e vai contar com a presença dos autarcas dos municípios de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, bem como técnicos especialistas envolvidos nos estudos de diagnóstico e caracterização da área agora proposta a classificar.

De acordo com do Regime Jurídico da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, “devem ser classificadas como áreas protegidas as áreas terrestres e aquáticas interiores em que a biodiversidade ou outras ocorrências naturais apresentem, pela sua raridade, valor científico, ecológico, social ou cénico, uma relevância especial que exija medidas específicas de conservação”, refere um comunicado da AMBT.

A Serra da Aboboreira, partilhada pelos municípios de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, apresenta, no entender destes três municípios, “condições excecionais que justificam a criação de uma Paisagem Protegida Regional”.