O presidente da Câmara Municipal de Amarante, José Luís Gaspar, representou o município na Assembleia-geral do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, em Santiago de Compostela, esta quarta-feira, dia 23 de fevereiro.

Foi aprovado o programa do Eixo Atlântico para 2022, “em sintonia com a nova política da União Europeia e os seus instrumentos financeiros para o período 2021-2027”, indica um comunicado da autarquia. O programa está centrado em cinco eixos prioritários – coesão social, sustentabilidade urbana, inovação, desenvolvimento económico e internacionalização –, tendo por base um orçamento de mais de 4,5 milhões de euros.

Foto: Município de Amarante

Na Assembleia-geral, que contou com representantes dos 39 municípios que integram o Eixo Atlântico, foi ainda eleita para presidente a autarca de Lugo, município da Galiza, Lara Méndez, sucedendo no cargo ao presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio. É a primeira mulher presidente do Eixo Atlântico, em 30 anos, e afirmou que o mandato que agora se inicia será de “especial importância”, dado que os municípios enfrentam “enormes desafios derivados da crise sanitária, social e económica pós-pandemia”, sendo também “uma oportunidade única” para, utilizando os fundos europeus, transformar os territórios, tornando-os mais fortes.

O local escolhido foi Santiago de Compostela “como reconhecimento do Caminho de Santiago e do setor turístico, um dos mais castigados pela pandemia e que vai ter um papel importante na recuperação económica”, finaliza o comunicado.