O Grupo de Ajuda Mútua do Porto tem realizado encontros na última sexta-feira de cada mês, pelas 17h00, no Hospital da Prelada. A próxima sessão está marcada para o dia 30 de setembro.

A Associação Portugal AVC – União de Sobreviventes, Familiares e Amigos “disponibiliza grupos, com extensão de norte a sul do país e ilhas, que reúnem pessoas que têm em comum o facto de terem sofrido um AVC, que se encontram para encarar a situação pela positiva, partilhar mais informação, conhecer melhor a saúde e os direitos, prestando também informações e esclarecimento de dúvidas a sobreviventes de AVC”, informa nota de imprensa da Miligrama – Comunicação em Saúde.

O comunicado acrescenta que “os Grupos de Ajuda Mútua (GAMs) são uma forma de atuação para responder aos problemas de quem sofreu um Acidente Vascular Cerebral, sentindo o conforto de não serem os únicos a “lutar”. Pretendem ainda melhorar a capacidade de enfrentar situações difíceis, ajudar a sair do isolamento e solidão, aumentando a autoestima e colhendo ideias para facilitar a integração”.

A Associação Portugal AVC, em parceria com autarquias e unidades de saúde locais, promove “encontros para a integração e combate à exclusão social dos sobreviventes de AVC oferecendo a possibilidade de os interessados beneficiarem de um acompanhamento regular, antes de mais comparecendo em encontros mensais”.

As sessões são gratuitas e não necessitam de inscrição.

Para mais informações pode contactar: www.portugalavc.ptfacebook.com/pt.avc ou [email protected]

Texto redigido com o apoio de Daniela Lenchyna.