A Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica – UNC3T, alertou para a circulação de mensagens falsas.

De acordo com um comunicado enviado ao Jornal A VERDADE, em causa está uma mensagem que utiliza “abusivamente o logótipo da Polícia Judiciária e de outras instituições ligadas à justiça, o que constitui uma quebra de segurança para os utilizadores da internet e correio eletrónico”, segundo um comunicado lançado pela Polícia Judiciária.

A PJ aconselha os destinatários deste email fraudulento a bloquear o remetente, reportar para o spam e a apagar a mensagem, não devendo clicar em links ou abrir qualquer anexo, presentes no conteúdo do e-mail.

A origem e autoria deste tipo de mensagens tem sido alvo de investigação por parte da Polícia Judiciária.