Esta terça-feira, dia 27 de setembro, foi publicado em Diário da República uma resolução com “as medidas do plano de poupança de energia aprovado pelo Governo”.

As medidas preveem menos iluminação no Natal, recomendação de teletrabalho, diminuição da temperatura nas piscinas, entre outras.

Relativamente à iluminação de Natal está previsto que, “de 6 de dezembro de 2022 a 6 de janeiro de 2023”, sejam ajustados “os períodos de utilização da iluminação natalícia para o horário entre as 18h00 e as 24h00”.

Igualmente, o despacho conta com recomendações à diminuição do consumo de energia “em espaços públicos, espaços comerciais ou na Administração Pública, bem como, no setor residencial”.

Para além disso, os objetivos que serão implementados passam por “substituição de caldeiras a gás natural nos edifícios de habitação”.

“nos espaços comerciais, é sugerida a redução do consumo de energia com climatização, através do aumento da temperatura ambiente no verão e redução no inverno e a manutenção de portas fechadas em espaços climatizados. Bem como, a redução da iluminação em montras e na publicidade.”

Na indústria está previsto a “redução voluntária de consumos” e as “emissões industriais”, previstas no PRR. No que toca aos recursos humanos, o objetivo é reduzir os consumos energéticos através da avaliação dos recursos gastos em teletrabalho e através das deslocações entre casa e trabalho.

Por fim, as piscinas também serão menos quentes. O Governo prevê a “regulação da temperatura da água das piscinas cobertas para 26°C e diminuição de 2°C na temperatura de aquecimento ambiente onde se inserem as piscinas (para 28°C)”.

Pode aceder à resolução do Conselho de Ministros publicada em Diário da República aqui.