A Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, identificou e deteve, nos últimos dias, três mulheres e dois homens, todos estrangeiros, sobre os quais recaem fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes.

As detenções ocorreram no quadro de três investigações distintas que incidem sobre as atividades de grupos criminosos que se dedicam à introdução de elevadas quantidades de estupefacientes em território nacional e no continente europeu.

Na posse de quatro dos detidos foram apreendidas elevadas quantidades de cocaína que transportaram desde a América do Sul para Lisboa por via aérea, estupefaciente esse que, na sua totalidade, seria suficiente para a composição de pelo menos 115 000 (cento e quinze mil) doses individuais caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição.

Os arguidos, com idades compreendidas entre os 23 e os 44 anos de idade, foram presentes a primeiro interrogatório judicial de arguido detido perante a autoridade judiciária competente, tendo sido aplicada, a todos eles, a medida de coação prisão preventiva.

As investigações prosseguem, segundo indica a PJ em comunicado.