Nuno Araújo, piloto da Volland Racing, fez história na carreira, ao alcançar pela primeira vez e na primeira época a “tempo inteiro”, o terceiro lugar no Europeu de Ralicross, em Montalegre.

“Foi uma jornada de nível muito alto” a que Nuno Araújo construiu no Ralicross Internacional de Montalegre, quarta prova da temporada 2022 da categoria EURO RX3, reservada aos carros S1600.

No final da prova, Nuno Araújo mostrou-se “muito feliz, não apenas pelo pódio, mas sobretudo pelo andamento que demonstramos ao longo de todo o fim-de-semana. Esta foi a segunda vez na carreira que atingi a final, novamente em Montalegre e fizemo-lo com todo o mérito”.

O piloto deixou ainda um agradecimento à família e a toda a equipa que o acompanha. “Quanto ao resultado, gostava de o dedicar à minha família, aos meus patrocinadores e à Volland Racing, principalmente ao Rolf Volland, patrão da equipa. O trabalho que estão a desenvolver comigo está a dar frutos e estou a tornar-me um piloto mais eficaz e mais rápido”.

Com este pódio e a pontuação alcançada, Nuno Araújo deu um salto na tabela pontual do campeonato. Era nono à chegada a Montalegre e vai agora para a última prova do ano, na Alemanha, no quinto lugar, entre 25 pilotos que já pontuara, “tendo todas as possibilidades de, pelo menos, manter a posição, algo que será muito acima das expectativas iniciais”.