A Direção-Geral da Saúde reduziu o período de isolamento das pessoas infetadas com COVID-19 que estão assintomáticas ou com sintomas ligeiros de dez para sete dias.

De acordo com a norma atualizada esta quarta-feira, dia 5 de janeiro, essas pessoas “ficam em autovigilância, monitorizando os seus sintomas” e “não precisam de realizar teste no sétimo dia para saírem do isolamento”.

Leia a notícia completa no Expresso.