Com o objetivo de reduzir a poupança energética este Natal, o município de Penafiel optou por adiar o início das iluminações públicas para dia 6 de dezembro e substituir a árvore por um mercado.

O presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa, em declarações ao Jornal A VERDADE, explica que este ano “não vamos ter árvore de Natal, mas sim um mercado de Natal”, de forma a “poupar e apoiar as coletividades e empresas locais”.

“A cidade de Penafiel tem no comércio tradicional uma expressão muito forte e secular, ao contrário de outras cidades que podem cortar, até de uma forma mais radical com a iluminação de Natal. Nós não o podemos fazer, porque temos de apoiar o comércio local e a iluminação de Natal é importante para que isso aconteça, para que venham visitantes ao nosso comércio”, explica o presidente.

Na primeira edição do Mercado de Natal estarão presentes cerca de uma dúzia de stands. “Nós temos que ir dando passos que nos permitam fazer as coisas bem, sem comprometermos nada”, diz.

O autarca destaca que “vamos manter a iluminação de Natal com algumas restrições, mas assegurando que vamos continuar a ter uma belíssima cidade de Natal”.

O horário das luzes também sofre alterações e este ano estarão ligadas entre as 08h00 e as 00h00.