Uma mulher de 35 anos foi constituída arguida, esta terça-feira, dia 26 de julho, no concelho de Penafiel.

Em comunicado, a GNR refere que, no âmbito de uma investigação por furto de dois artigos em ouro, ocorrido no interior de um estabelecimento, “os militares da Guarda efetuaram diversas diligências policiais que culminaram na identificação da suspeita e na recuperação dos objetos furtados”.

A suspeita foi constituída arguida e as duas alianças em ouro recuperadas foram entregues aos seus legítimos proprietários.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Penafiel.