O piloto Pedro Reis e o navegador Samuel Silva, naturais de Penafiel, ficaram em segundo lugar na prova “Sin Fronteras Challenge” que terminou no domingo, dia 11 de dezembro, em Marrocos.

Foi a primeira vez que a equipa penafidelense participou num campeonato deste género, numa prova que consistiu em “fazer um maior número de waypoints. No fim, são contabilizados esses pontos e como em qualquer outra prova tem as suas penalizações, depois é atribuída a classificação final”, explicou Samuel Silva.

O navegador admite que o resultado foi “muito bom” e que não estavam à espera. “Sabíamos que ia ser difícil sendo a primeira prova nesses moldes tanto para mim como para o Pedro, mas trabalhamos para isso”, acrescentando que se encontram “motivados” para outras provas do género.

Já Pedro Reis, partilhou em conversa com o Jornal A VERDADE, que a equipa “já anda há muitos anos no todo-terreno e mesmo em Marrocos já tínhamos alguma experiência, mas na navegação foi realmente uma novidade para os dois”, realçando que a prova foi “dura” e exigiu uma preparação reforçada do carro para “aguentar”.

O piloto confessa que a equipa “ia para ganhar”, mas reconhece que mesmo assim o segundo lugar é “muito bom”. Pedro Reis garante também que não vão ficar por aqui. “O segundo é o primeiro dos últimos por isso queremos mesmo o primeiro lugar”, afirmou.

A finalizar, Pedro Reis destacou o seu parceiro Samuel Silva, referindo ter sido “um excelente pendura” durante a prova de navegação “Sin Fronteras Challenge” e deixam, em conjunto, um agradecimento especial aos seus patrocinadores.