Após dois anos da chegada do novo coronavírus à Europa, Pedro Simas, virologista no Instituto de Medicina Molecular, fez um balanço da pandemia, da vacinação e da imunidade natural.

Em entrevista à SIC Notícias, o especialista defende que é necessário “desmistificar o medo de estar infetado” e garante que a testagem massiva “está quase a criar uma sociedade distópica”.

O virologista sublinha ainda que a cobertura vacinal “é um fator importante” para controlar a pandemia, tendo como argumento os números de internados e de pacientes em cuidados intensivos “que têm estado incrivelmente estáveis”.

Pedro Simas defende ainda, em entrevista à SIC Notícias, que se deve “voltar praticamente à normalidade, já o devíamos ter feito antes. Abrir a sociedade toda, proteger os grupos de risco com as terceiras doses todos os anos. E, nesta fase que é transitória, talvez testar, mas só num contexto hospitalar, eventualmente alguma autogestão das famílias com autotestes. Mas temos de abrir a sociedade”, defendeu.

Leia a notícia completa na SIC Notícias.