A Biblioteca Municipal António Mota, no concelho de Baião, vai acolher, no dia 2 de fevereiro, o seminário sobre o “Património Natural da Serra da Aboboreira”. A iniciativa é promovida pela Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT), com o apoio da Câmara de Baião, no âmbito da “Operação NORTE do FEDER – Gestão Ativa do Património Natural da Serra da Aboboreira”, integrada no processo da candidatura da Serra da Aboboreira a Área Protegida Regional.

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, destaca a “oportunidade desta ação como um contributo para melhor conhecermos o património natural ali existente e para o seu reconhecimento e preservação como um ativo de grande relevo para o território, e naturalmente para Baião, que tem na sustentabilidade um importante eixo para o seu desenvolvimento”.  

Este seminário, o segundo de um ciclo de três, um em cada um dos municípios que partilham a serra da Aboboreira, será dividido em dois painéis, com o primeiro a ter como tema central “Conhecer, conservar e valorizar”, tendo como tema introdutório, “Dos satélites aos drones: a deteção remota na caraterização e monitorização do património natural”.

O segundo painel terá como tema principal “Do património natural ao capital natural: recursos, serviços e riscos”, tendo como subtema: “Natureza para que te quero? As comunidades locais e a conservação e valorização da natureza”. 

Após uma apresentação introdutória de cada um dos temas, terá lugar um período de debate com a participação de especialistas em cada uma das áreas. 

A sessão de abertura estará a cargo do Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, e o encerramento dos trabalhos caberá a José Peixoto Lima, vice-presidente do conselho diretivo da Associação de Municípios do Douro e Tâmega.  

Os dois painéis contarão com as participações de investigadores de referência, bem como responsáveis de associações ligadas aos temas em debate. 

Os interessados em participar neste seminário devem fazer a inscrição, até ao dia 30 de janeiro.