Os concelhos de Paredes, Marco de Canaveses e Amarante são os três que registam mais desempregados no final do mês de julho de 2022, de acordo com o Instituto do Emprego e Formação Profissional – IEFP.

De acordo com o relatório das estatísticas mensais por concelho, em termos de “Desemprego Registado por Concelho segundo o Género, o Tempo de Inscrição e a Situação Face à Procura de Emprego (situação no fim do mês)”, Paredes apresenta 2.447 desempregados, sendo que 1.261 estavam registados há um ano ou mais.

Marco de Canaveses regista 2.261 desempregados no final do mês de julho, sendo que 1.285 estavam há um ano ou mais inscritos no centro de emprego.

Já Amarante tem 2.188 desempregados, 1.225 há um ano ou mais registados.

Penafiel é o concelho da região que surge no lugar a seguir, com 1.835 desempregados, 971 deles inscritos há um ano ou mais no centro de emprego.

Felgueiras apresenta 1.448 desempregados no final do mês de julho, sendo que 683 estavam registados há um ano ou mais.

Paços de Ferreira conta com 1.300 desempregados, 724 deles inscritos há um ano ou mais no centro de emprego.

Lousada tem 1.068 desempregados, sendo que 575 estavam inscritos há um ano ou mais.

Baião é o concelho que aparece de seguida, com 878 desempregados, sendo que 550 estavam inscritos há um ano ou mais.

Cinfães regista 752 desempregados, 453 inscritos há um ano ou mais no centro de emprego.

Por sua vez, Celorico de Basto tem 674 desempregados, sendo que 431 estavam registados há um ano ou mais.

Resende apresenta 557 desempregados, 361 inscritos há um ano ou mais.

Por último, Castelo de Paiva é o concelho que regista menos desempregados na região, com 487, sendo que 310 estavam inscritos há um ano ou mais no centro de emprego.

A nível da região Norte, apresenta um total de 107.751 desempregados no final de julho, contando que 54.744 estavam inscritos há um ano ou mais no centro de emprego.