Rita Matos, natural de Paços de Ferreira, conquistou o terceiro lugar na Divisão Modernos e a quarta posição na geral dos 1300 na sua estreia na Montanha em Boticas, no passado fim de semana, 24 e 25 de setembro.

A passagem pela sétima edição da Rampa de Boticas confirmou “todos os seus dotes técnicos, a sua garra e o seu talento”, destaca nota de imprensa.

A piloto realizou a prova num Fiat Uno 45S, acabou “por dar um toque forte nos rails, que lhe arruinou a segunda subida de prova e, possivelmente, a impediu de realmente tentar chegar ao terceiro posto da geral dos 1300 na derradeira subida da prova transmontana”, acrescenta.

Foto: BMR

“Estou simplesmente encantada. Com a prova e com a época. Superou largamente as minhas melhores expetativas, mas julgo que todos estes excelentes resultados nas provas e o pódio absoluto final no campeonato foram alcançados com mérito meu e da equipa”, sublinhou, salientando que: “devo muito ao meu marido, pois o Celso foi sempre o meu maior conselheiro, ao meu team manager José Carlos Magalhães e a toda a equipa da MNE Sport, que foram incansáveis na preparação do carro e em toda a minha abordagem às provas, aos meus patrocinadores, à família e aos amigos, que estão sempre comigo e me entusiasmam nesta aventura”.

Foto: BMR

Termina por afirmar que tem tempo para “comemorar e descansar, para depois começar a preparar 2023. Vamos ver o que iremos fazer, sendo certo que tenho a ambição de poder abraçar um projeto novo, com outro carro, para poder dar continuidade à minha evolução como piloto”.

Texto redigido com o apoio de Daniela Lenchyna.

Foto: BMR