A piloto de Paços de Ferreira Rita Matos assume uma ambição mais forte para a Rampa da Penha, que vai decorrer este fim de semana.

O top 9 alcançado em Murça, nas contas do Campeonato de Portugal de Montanha 1300 JC Group, deu os primeiros pontos da carreira de Rita Matos, logo na sua estreia absoluta, informa um comunicado.

“A minha primeira prova foi boa, no entanto, quero e sei que tenho algumas coisas para melhorar”, assumindo que tem “como foco para as provas desta época, conseguir em cada rampa ir melhorando de formas significativa os tempos, subida após subida”. E esse continua a ser “o objetivo na Penha”. “Mas também quero sentir que já consigo chegar mais perto dos limites do Fiat e, se melhorar a minha classificação dentro do CPM1300, isso será ouro sobre azul”, completou.

Rita Matos considera que o traçado desta prova parece “mais fácil de decorar, no entanto é mais curto, o que dificulta se houver algum, mesmo que pequeno, erro”. “Pois não é fácil depois recuperar e realizar bons tempos. Vamos dar tudo para conseguir ter sucesso”, finalizou.

Uma mudança técnica que foi realizada neste curto tempo que mediou as duas

provas, prendeu-se com a afinação da baquet e, logicamente, da posição de condução. “Senti-me um pouco desconfortável em Murça e agora a equipa técnica da MNE Sport corrigiu a colocação e vou-me sentir muito mais à vontade para conduzir o mais rápido que for capaz”, garantiu.