A iniciativa “Teatro vai à escola” chega ao concelho de Amarante, a partir de dia 15 de fevereiro, para os alunos do 9.º ao 11.º anos da Escola Secundária de Amarante e do Externato de Vila Meã que vão poder assistir à interpretação de vários textos da dramaturgia.

A peça “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, será apresentada no dia 15 de fevereiro, aos alunos do 9.º ano no Cineteatro Raimundo Magalhães, peça que, de acordo com o comunicado, “respeita o texto original, mas atualiza a galeria de personagens vicentinas para o espaço e o tempo modernos”. A próxima peça, “A Farsa de Inês Pereira”, será apresentada nos dia 21 e 23 ,às 10h30 e 14h30, aos alunos do 10.º ano no Cineteatro Raimundo Magalhães e dia 23, no Auditório da Escola Secundária de Amarante, à mesma hora. 

A iniciativa termina no dia 25 de fevereiro com a peça “Frei Luís de Sousa”, de Almeida Garret e será apresentada aos alunos do 11.º ano, às 10h30, no Cineteatro Raimundo Magalhães, e às 15h00, no auditório da Escola Secundária de Amarante. 

O “Teatro vai à escola” foi criada em colaboração com a “Filandorra – Teatro do Nordeste”, com o objetivo de sensibilizar os alunos para o teatro, a Filandorra assume-se no panorama atual das artes performativas em Portugal, como um dos grandes condutores do desenvolvimento local e entidade de destaque na dinamização e sensibilização cultural das populações do nordeste do país.

Artigo redigido com o apoio de Rui Pinto, aluna estagiária da Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro.