O Grupo Desportivo e Recreativo de Soalhães inaugurou este domingo, dia 11 de setembro, o relvado sintético do campo Pedro Vasconcelos, perante a presença de muitos sócios, representantes da junta de freguesia e do município de Marco de Canaveses.

O evento começou com a atuação do Grupo de Bombos Pau e Pele que foi animando os presentes que aos poucos se foram juntando junto das instalações, contrariando o sol abrasador da tarde deste domingo.

Em declarações prestadas aos jornalistas, Pedro Vieira, presidente do G.D.R. Soalhães, afirmou que este novo relvado “vai melhorar muito o trabalho desenvolvido até agora, pois ultimamente tem sido difícil trazer jogadores para o clube, porque ninguém queria jogar no piso que tínhamos”. Por isso, esta obra “vai ser boa para o futuro para mantermos as camadas jovens e construirmos uma equipa sénior mais forte”, acrescentou.

Pedro Vieira não tem dúvidas de que o novo sintético será também “bom para a freguesia, porque as pessoas podem vir praticar desporto”.

No que diz respeito às camadas mais jovens, desde que assumiu a presidência, em 2018, o presidente do G.D.R. Soalhães garantiu que essa tem sido uma forte aposta. “Quando cheguei o nosso objetivo era começar pelas camadas jovens. Criamos a equipa de juvenis, mas, infelizmente, com a pandemia tivemos de abdicar da formação e começar com a equipa sénior. Agora com o sintético vamos regressar às camadas jovens”, revelou.

No total, serão cerca de 60 os atletas que irão pisar este novo sintético. “Na equipa sénior temos 20 atletas, mas o plantel ainda não está fechado. Nas camadas jovens vamos ter cerca de 40 atletas”. Para além do novo relvado sintético, serão construídas novas instalações: quatro balneários, um posto médico, um bar e uma nova sede.

O presidente da Junta de Freguesia de Soalhães, António Monteiro, foi atleta, treinador e dirigente da associação durante dez anos e assume que era “um objetivo ver este sonho concretizado. Não foi na minha direção, mas fico extremamente feliz que tenha acontecido agora”.

Para uma freguesia ter associações “fortes” são uma “motivação” para o convívio e prática desportiva. “Não tenho dúvida de que agora os habitantes de Soalhães vão inscrever os filhos neste clube, em vez de irem para outras freguesias. Aqui vão ter condições que vão dignificar a nossa freguesia e o grupo desportivo”, frisou.

A presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses foi, durante 12 anos, autarca da freguesia de Soalhães, durante os quais acompanhou o trabalho desenvolvido pelo G.D.R. Soalhães e agora vê “o concretizar de um sonho há muito aspirado por todos na freguesia. É um dia histórico, um dia de festa para a freguesia e para o grupo desportivo”.

Enalteceu ainda um momento que definiu como “um ato de justiça com o grupo desportivo, o último do concelho a ter condições para se inscrever na Associação de Futebol do Porto”.

O plano de requalificação das infraestruturas desportivas “ainda não está concluído”, mas até ao momento o município realizou um investimento em vários equipamentos desportivos municipais “superior a três milhões de euros. Também apoiamos financeiramente as associações nas quais investimos, principalmente, na formação dos mais jovens, em cerca de 4 milhões de euros”.

Na inauguração do relvado sintético do campo do G.D.R. Soalhães esteve presente o sócio n.º 1 do clube, Luís Teixeira, que desejou votos de muito sucesso aos atuais membros do clube que ele viu nascer em 1979.