Chegou esta quinta-feira, dia 31 de março, ao quartel dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses a nova viatura ligeira de combate a incêndios, decorrente do primeiro lugar alcançado pela corporação na edição 2021 da campanha “Quartel Eletrão”.

“Significa mais uma viatura disponível para os fogos florestais e para a ajuda a este combate e significa também que a comunidade se uniu em torno desta causa, uma causa justa e importante para nós, mas também uma causa ambiental”, disse ao Jornal A VERDADE o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses, João Lima. 

No total, a corporação conseguiu reunir um total de 161.172 toneladas de resíduos, divididos em 3.837 lâmpadas, 156.711 toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos e 625 kg resíduos de pilhas e acumuladores. Muitos desses resíduos, “se calhar, iriam parar aos montes”.

Esta foi a sexta vez que a corporação concorreu a esta campanha e o objetivo é “sempre para ganhar”. “Estamos obviamente muito satisfeitos. A viatura ser entregue, ainda para mais hoje que é o dia em que se comemoram 170 anos do município, é de uma importância ainda maior e de um significado ainda maior para nós”, sublinhou, acrescentando que vão “voltar com força em 2023 para tentar novamente ganhar uma viatura”.

“A mensagem é agradecer a toda a comunidade marcoense, às empresas, às juntas de freguesia, ao município pela divulgação e pelo apoio que deram em toda esta campanha e, essencialmente, agradecer aos nossos bombeiros. Foram os nossos bombeiros que se empenharam e que contribuíram, sem dúvida, para que fosse possível obtermos este primeiro lugar e a direção decidiu que a viatura, quando for benzida, os padrinhos serão os marcoenses e os bombeiros do Marco”, finalizou.

“Agradecer a todos aqueles que apoiaram, nomeadamente, à comunidade marcoense e aos bombeiros, que também tiveram um trabalho incansável no carregamento de todos os contentores que foram alocados a este tipo de evento”, comentou o comandante dos bombeiros, Sérgio Silva, esperando que a viatura seja utilizada “poucas vezes”, mas que “está disponível” para o efeito.

Além da nova viatura, foi atribuída a quantia de 12.088 euros, que será canalizada para a compra de equipamentos de proteção individual para os operacionais.

A ação “Quartel Electrão” é um projeto de cariz social de apoio cívico às Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários e tem como objetivo envolvê-las no esforço global de sensibilização das suas comunidades e da população em geral para o encaminhamento adequado dos equipamentos elétricos, pilhas e baterias, lâmpadas e embalagens usados para reciclagem e valorização.

“Já vão em 160 associações de bombeiros por todo o país e, portanto, nós colocamos equipamentos de recolha deste tipo de resíduos e por cada tonelada recolhida as associações recebem 75 euros para apoiar, no fundo, a sua atividade e, depois, temos também prémios para aquelas que recolhem mais. Vão desde prémios regionais que são vales de combustível que as corporações de bombeiros podem utilizar no seu dia a dia e depois temos este grande prémio nacional que é este veículo”, disse o diretor-geral adjunto do Electrão, Ricardo Furtado, referindo que a campanha vai na sétima edição.

“É extraordinário. Esta campanha já recolheu, no ano passado, 2.400 toneladas. Para as pessoas terem uma ideia, são cerca de 350 camiões tire cheios de material que vai ser reciclado e é muito importante porque é uma soma significativa, mas também são materiais que acabam por não ser abandonados na via pública, nos montes e que vão para um destino adequado. Portanto, esta campanha tem vindo a aumentar de ano para ano e, este ano, estamos certos que vamos ainda ultrapassar este valor”, concluiu.