“Acessível, abrangente e amiga do ambiente” é assim que foi descrita a nova garrafa de vidro reutilizável e inclusiva “Água Segura”, apresentada esta terça-feira, 22 de março, Dia Mundial da Água, em Penafiel.

Esta garrafa, que pretende chegar a todos os estabelecimentos de hotelaria e restauração do concelho, tem um design próprio e uma capacidade de 0,75l. O objetivo é “consciencializar a população para a qualidade da água da rede pública para consumo” e “incentivar ao uso sustentável e responsável da água da torneira, assim como mudar os hábitos de consumo, zelando pela saúde pública, ao mesmo tempo que é uma forma de reduzir o impacto ambiental da água engarrafada de embalagem descartável”, informa a autarquia.

“São cerca de 54 estabelecimentos turísticos e de restauração que já aderiram a esta garrafa. Estávamos à espera que a adesão fosse mais lenta, mas, por incrível que pareça, as questões ambientais cada vez mais estão a ser notícias do dia e as pessoas todos os dias são chamadas à atenção para as questões ambientais”, comentou Alexandra Almeida, presidente do Conselho de Administração da Penafiel Verde.

A iniciativa partiu da empresa municipal Penafiel Verde, numa conversa com Ana Oliveira, administradora da Casa Valxisto, localizada em Quintandona, Lagares (Penafiel), onde decorreu esta apresentação.

“O objetivo de criar esta garrafa, logo de princípio, foi que fosse uma garrafa que transmitisse uma mensagem muito simples, em primeiro lugar, que a água da rede é segura, porque é controlada constantemente. A qualidade da nossa água é monitorizada 24 horas por dia, portanto, é feito um conjunto de análises, milhares de análises anualmente por uma entidade externa à Penafiel Verde e, além disso, a Penafiel Verde ganhou os selos de qualidade exemplar da água, que são atribuídos pela entidade reguladora do setor e, portanto, isto certifica a nossa água. Queremos que ela transmitisse uma mensagem segura, que fosse uma embalagem clara, que fosse uma garrafa que se enquadrasse em todos os espaços e, acima de tudo, que passasse uma mensagem para a maioria da população”, explicou Alexandra Almeida, referindo que “o feedback tem sido muito positivo”.

Além disso, foi utilizada uma linguagem bilingue e ainda em braille, “porque a sustentabilidade ambiental tem que ser também inclusiva, também tem que ser uma sustentabilidade de uma forma que abranja toda a comunidade”. A garrafa possui ainda um QR Code com ligação ao site da empresa municipal e consequente acesso a relatórios trimestrais da qualidade da água, entre outras informações.

A responsável pela Penafiel Verde lembrou ainda que o concelho tem uma taxa de cobertura de água de 98%, “portanto, toda a população, basicamente, tem acesso à água potável, à água segura”, mas “30% da população ainda não aderiu”. “Sabemos que isto também tem a ver com um facto histórico. As pessoas estão habituadas a utilizar as suas próprias águas, as águas de poço, e, muitas vezes, acham que, como os pais ou os avós consumiram e nunca lhes aconteceu mal nenhum, continua a ser uma boa opção, mas não é porque este tipo de águas não é controlada”, sublinhou, destacando que a água de rede é “de qualidade, é uma água que pode ser consumida em qualquer lugar e é uma água que pode ser uma alternativa às águas engarrafadas”.

Para a vereadora Susana Oliveira, este “é um gesto simbólico, mas carregado de valor e de muita importância”. “Acaba por ser um exemplo daquilo que pretendemos levar às nossas unidades hoteleiras e de restauração, para aqueles que frequentam essas mesmas unidades e também para a nossa comunidade em geral porque acaba de começar a saber aquilo que nós estamos a implementar e aquilo que se pretende com esta simples garrafa, que é de gerar preocupação ambiental, demonstrar a preocupação ambiental que essas unidades têm e a nossa empresa municipal e o nosso município tem e que nós podemos envolver toda a comunidade se realmente houver essa disponibilidade e essa preocupação desse lado, ou seja usar uma garrafa em que a água que está lá dentro é da nossa rede de água pública”, disse, alertando ainda para o facto de a água ser “um recurso finito”.

A transparência da própria garrafa, “que denota uma água límpida, portanto, com um aspeto bonito, que convida as pessoas a beberem, mas também essa transparência de informação” relativamente à apresentação dos resultados das análises físico-químicas, porque “ela é devidamente tratada e controlada”.

Qualquer estabelecimento de restauração ou unidade hoteleira (hotéis, turismo local, turismo de habitação, alojamento local, agroturismo, hotéis rurais) que pretenda aderir a esta campanha pode entrar em contacto com a Penafiel Verde, que fornecerá, de forma gratuita, a garrafa de vidro. A forma de utilização é depois definida por cada entidade, sendo como água de cortesia ou através de algum custo.

Recentemente, a Penafiel Verde E.M. foi distinguida pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) com os selos de qualidade – 2020 e 2021 – na categoria “Qualidade exemplar de água para consumo humano”. A água da Penafiel Verde E.M. é captada no Rio Tâmega e, “através de tratamento em ETA (Estação de Tratamento de Água), é garantida a sua potabilidade”. No ano passado, foram realizadas 280 análises com diversos parâmetros, de acordo com DL152/2017 de 7 de dezembro, as quais “comprovam a qualidade da água para consumo, cumprindo a 100% os valores paramétricos”, sendo que “todo o sistema de tratamento e de distribuição é monitorizado e controlado 24h por dia”, informa o município.