O município de Paredes realizou na manhã desta segunda-feira, dia 18 de julho, a Sessão comemorativa do feriado municipal, durante a qual homenageou 12 personalidades do concelho em várias áreas.

A atribuição da Medalha de Ouro do município de Paredes é “um estímulo para aquilo que representam para o concelho” e para serem “ainda mais ambiciosos e irem ainda mais longe nas suas atividades”, de forma a “ajudarem a projetar ainda mais o nome” do concelho e a que “sirvam de exemplo a outros”. “O vosso legado, aquilo que vocês fizeram e que levaram a homenagear-vos vai refletir-se noutras pessoas que estejam na mesma atividade ou em atividades diferentes e possam ver em vós exemplo”, declarou o presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida.

“É com muita satisfação que levamos à reunião de câmara os nomes não só de pessoas individuais, como de empresas, como de desportistas, como de dirigentes que entendemos que de uma ou de outra forma se destacaram ao longo deste ano ou pelo seu percurso de vida”, acrescentou.

“Todos sabemos que estamos a atravessar uma época muito conturbada, uma época de grande incerteza. Foi a questão da pandemia, são as alterações climáticas e agora esta guerra na Europa. Todos nós estamos a viver um momento que requer uma adaptação constante e um foco ainda maior do que aquele que tínhamos até agora”, disse, referindo que, numa altura como esta, “é mais relevante ainda apresentar estas homenagens”.

Na área da Cultura, foi homenageado José Corrêa Pacheco, pelo “mérito cultural e pela forma ilustre como marcou a história do concelho, sobretudo, por ter sido um dos responsáveis pela ‘Monografia de Paredes’”. O seu trabalho foi distinguido já em 1933, pelo município de Paredes, com a atribuição do título de Cidadão Benemérito.

No Desporto, Carlos Ramos recebeu a medalha pelo “mérito desportivo alcançado no hóquei em patins, prestigiando a modalidade e o concelho de Paredes”, colecionando títulos como o de Campeão do Mundo Sub-20, em 2017, pela Seleção Nacional, o de vice-campeão europeu, em 2016, pela Seleção Nacional, e cinco campeonatos nacionais, em diferentes escalões. Leonor Costa também recebeu a medalha pelo “mérito desportivo alcançado na modalidade de kickboxing”, colecionando vários títulos regionais, nacionais e internacionais, destacando-se o título de campeã nacional de kickboxing, na categoria -56kg, em 2021.

Na área do Dirigismo, foi atribuída esta medalha a Pedro Silva, presidente do USC Paredes, pelo “mérito de liderança, dedicação e organização, enquanto presidente do USC Paredes”. Na primeira época do seu mandato, 2017/2018, o USCP subiu de divisão ao Campeonato de Portugal. Foi ainda “um dos obreiros dos sucessos desportivos alcançados pelo clube na época 2021/2022”, na modalidade de futebol, com a subida de divisão da equipa sénior e com a conquista do primeiro lugar, a nível nacional, do Campeonato de Portugal, e na modalidade de hóquei em patins, com a subida de divisão da equipa sénior e com a passagem à fase de apuramento de campeão e conquista do sexto lugar do Campeonato Nacional da equipa Sub-15.

Na Educação, Manuel Silva foi distinguido pelo “mérito profissional na área da educação e da investigação científica”. De acordo com o município, distingue-se pelo “ilustre desempenho de funções enquanto docente do Ensino Superior e pelo cargo de excelência que ocupa, enquanto presidente do Instituto Superior de Contabilidade e Administração (ISCAP)”.

José Alexandre da Silva Pinto foi também homenageado pelo “mérito profissional na área da educação e da investigação científica”. O seu percurso de várias décadas na área do ensino é marcado pelo desempenho de “funções que engrandecem o concelho, nomeadamente, a de presidente da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto e professor coordenador da Escola Superior de Educação do IPP e investigador no Laboratório de Didática de Ciências e Tecnologias da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro do Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores da Universidade de Aveiro”.

Na mesma área, José Pedro Teixeira foi distinguido pelo “mérito académico, empenho e dedicação às atividades curriculares e extracurriculares, pela vitória dois anos consecutivos do projeto ‘Nós Propomos’ e pela participação no Programa Parlamento dos Jovens – Ensino Secundário, enquanto representante do distrito do Porto na Fase Nacional do projeto”.

Quanto às Empresas, a Pint’Art foi distinguida pelo “mérito empresarial de excelência na área da fotografia e vídeo e pela forma como tem prestigiado o concelho com a conquista de prémios nacionais e internacionais, nomeadamente, a Medalha de Prata FEP – Wedding – Federação Europeia de Fotógrafos Profissionais atribuída em 2022”.

A Cácio – Indústria de Mobiliário, S.A também foi homenageada, mas pelo “mérito empresarial de excelência na área da indústria do mobiliário, perpetuando uma arte que é a marca identitária do concelho de Paredes”. A história com mais de 50 anos, pautada pelo “trabalho árduo, pela inovação e pela produção de elevada qualidade, faz da empresa uma referência no mercado internacional”.

A ELA – Estabilização de Líquidos Alimentares recebeu também esta medalha pelo “mérito empresarial de excelência e pela inovação trazida ao seu setor”, sendo que o facto de a empresa “ser uma referência nacional e internacional na prestação de serviços na área dos vinhos prestigia o concelho”.

A empresa Joaquim Santos Tomás & Filhos LDA foi homenageada pelo “mérito empresarial de excelência na área do comércio de madeiras e produtos derivados e pelo trabalho e dedicação de várias gerações”. A empresa tem “dignificado o concelho de Paredes ao longo de décadas, por ser uma referência no mercado nacional e internacional”.

Na área da Saúde, a personalidade distinguida foi Carlos Alberto, presidente do Conselho Administrativo do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, pelo “mérito profissional”, enquanto presidente do CHTS. O homenageado “destaca-se pelo trabalho de proximidade aos concelhos e às populações abrangidas por esta unidade de saúde, atuando na prevenção e promoção do estado de saúde de toda a população residente na área geográfica e pelo empenho que denotou no combate à pandemia da COVID-19”.